Até sempre, Mário Bigotte Chorão (1931-2020)

Mário Bigotte Chorão (à direita, no foto), em 2012, na anterior Sede do MIL, na Sociedade de Língua Portuguesa, apresentando uma obra de António Braz Teixeira (à esquerda, no foto): “Breve Tratado da Razão Jurídica” (Zéfiro, Colecção NOVA ÁGUIA).

Os comentários estão fechados.