Questionário aos partidos políticos portugueses

Sendo o MIL: Movimento Internacional Lusófono um movimento cultural e cívico que defende a Convergência Lusófona, ou seja, o reforço dos laços entre os países lusófonos a todos os níveis – não só cultural, mas também social, económico e político –, perguntamos a todos os partidos políticos portugueses, que concorrerão às próximas eleições legislativas, o seguinte:

1) Que medidas concretas defendem para o reforço da CPLP, passados já 15 anos após a sua criação?

2) Concordam, nomeadamente, com a criação:

- do cargo de Presidente da CPLP e que Lula da Silva seja o primeiro eleito para esse cargo, como propusemos recentemente?

- de um Parlamento Lusófono, com representantes eleitos por cada um dos países, com atribuições e competências a acordar entre os Países de Língua Portuguesa?

- de um Banco Lusófono de Cooperação, a ser gerido por todos os países da CPLP, conforme as possibilidades de cada um dos países?

- de um Fundo Monetário Lusófono, de modo, desde logo, a salvaguardar o espaço lusófono da especulação financeira internacional?

- de uma Zona Lusófona de Comércio Livre, a ser progressivamente concretizada?

- de uma Força Lusófona de Manutenção de Paz, tão actualmente necessária, por exemplo, na Guiné-Bissau – tal como no passado em Timor-Leste –, conforme o MIL propôs em Petição Pública: http://www.PetitionOnline.com/mil1001/petition.html?

- de um Passaporte Lusófono, proposta igualmente por nós lançada numa Petição: http://www.gopetition.com/online/20337.html?

- de um Ministério para a Lusofonia, independente do Ministério dos Negócios Estrangeiros, na estrutura governativa de Portugal?

3) Finalmente, concordam que se reveja a Constituição Portuguesa, reflectindo o desejo expresso de muitos cidadãos, abrindo a possibilidade de candidaturas independentes (directas/individuais e/ou por via de listas não partidárias/colectivas) de cidadãos portugueses a futuras Eleições Legislativas, conforme também defendemos em Petição Pública: http://www.gopetition.com/petition/26885.html ?

About these ads

Os comentários estão fechados.