Monthly Archives: Novembro 2010

Debate MIL de 18 de dezembro: Os 15 anos da CPLP (com o Secretário Executivo da CPLP)

Debate Público (entrada gratuita):
Debate MIL de 18 de dezembro: Os 15 anos da CPLP (com o Secretário Executivo da CPLP)
Tendo como orador o Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa
Eng. Domingos Simões Pereira
18 de dezembro (sábado), 16:00

na
Sociedade de Língua Portuguesa
Rua Mouzinho da Silveira, 23 (junto ao Marquês de Pombal)
Lisboa,

Com recolha de livros para Timor-Leste
(os presentes poderão levar livros para esta campanha do MIL em parceria com a Associação de Amigos da Diocese de Baucau)

Organizado por:
MIL: Movimento Internacional Lusófono
www.movimentolusofono.org

Evento Facebook: Debate MIL: Os 15 anos da CPLP (com o Secretário Executivo da CPLP)

MIL: Carta de Apresentação e Plano 2010-2012

Carta de Apresentação do MIL
Plano MIL 2010-2012

Fotografias da 1ª Assembleia Geral do 18 de Novembro (18 de novembro de 2010)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Carta de Dom Ximenes Belo

Com esta declaro que, atendendo o convite pela Direcção do MIL (Movimento Internacional Lusófono), aceito ser Sócio Honorário desse benemérito Movimento.
Porto, 17 de Novembro de 2010
Dom Carlos Filipe Ximenes Belo
Prémio Nobel da Paz 1996

Mais Obras para a “Biblioteca Lusófona” da Sede do MIL

Futuro e História da Lusofonia Global, Vários autores
Forografias Aéreas de Macau, Filipe Jorge e Francisco Resende
Vues de L’Orient (XVIII e XIX)
Macao, Vários autores
Macau, Fotografia, Vários autores
Jacob de Castro Sarmento, António Júlio de Andrade e Maria Fernanda Guimarães
90 Anos do Clube Português de São Paulo
Reflexão, Revista Semestral da Faculdade de Filosofia, ano 31, nº 89
Reflexão, Revista Semestral da Faculdade de Filosofia, ano 33, nº 93
Pintura, Roberto Chichorro
Bragança, Boletim Municipal, nº 25 Janeiro a Junho de 2010
O meu nome é Bragança, Armando Fernandes e Maria José Ferreira
Português, Língua Estrangeira, Segunda e Não Materna

Cursos MIL

I

VIDA E OBRA DE AGOSTINHO DA SILVA

1. Até 1944: partida para o Brasil

2. De 1944 até 1969: período brasileiro

3. Até 1994: os seus últimos vinte e cinco anos de vida

4. Posteridade de Agostinho da Silva

Renato Epifânio

4 sessões, a partir de 23 de Novembro (até 14 de Dezembro), sempre às terças (18h30-20h00)

II

LER NAS PEDRAS

… E se fosse possível aprender a ler não apenas as letras do alfabeto mas também os elementos de leitura das nossas capelas, igrejas, mosteiros, conventos, monumentos de pedra -que os seus constru­tores, há tantos séculos, con­ceberam como autênticos livros de pedra?

Durante quatro sessões, sem sairmos daqui, mas vendo imagens e reflectindo sobre elas, vamos viajar no tempo e no espaço deste Portugal que tão mal conhecemos, tentando decifrar as mensagens escritas nas pedras dos monumentos da chamada Pré-História e das arquitecturas Românica, Gótica e Manuelina – correspondentes a três fases fundamentais da nossa História.

E talvez seja possível acabar por descobrir que nem tudo vem nos livros das nossas bibliotecas, esses outros livros feitos de pa­pel e letras de tinta…

As letras das pedras contam-nos outras histórias, feitas de imaginação e de sonhos ainda não concretizados.

Primeira Sessão: Relação entre os monumentos megalíticos e os monumentos das artes consideradas históricas. Arte Românica em Portugal.

Segunda Sessão A arte Românica em Portugal e a sua linguagem própria, surpreendente de imaginação, em relação com os Bestiários medievais e com as influências orientais.

Terceira Sessão A arte Gótica, a luz e o movimento das pedras para os céus.

Quarta Sessão Síntese da arte Manuelina num momento de refundação do país.

As sessões serão ilustradas mediante a projecção de imagens dos monumentos, que fazem parte da colecção particular do formador. Assim, sem sairmos do mesmo lugar, viajaremos no tempo e no espaço…

Objectivos: Chamar a atenção para o nosso património construído an­tigo – capelas, igrejas, conventos, mosteiros, com exemplos no Norte, no Centro e no Sul -, geralmente mal conhecido, e cujas pedras têm inscritas mensagens importantes para todos nós, sejamos ou não religiosos. A intenção deste curso breve é ensinar «a ler as pedras» desses monumentos.

Destinatários: Todos aqueles, sem limite de idade, que sintam curiosidade em tentar perceber o que esses monumentos representam, sobretudo o que significam aqueles portais, aquelas escul­turas, aquelas estranhas gárgulas, os desenhos daquelas ar­quitecturas, os homens que os construíram de tal modo que ainda hoje estão de pé, tantos séculos depois. A linguagem deles.

António Carlos Carvalho

4 sessões, a partir de 25 de Novembro (até 16 de Dezembro), sempre às quintas (18h30-20h00)

III

FINANCIAMENTO DE PROJECTOS CULTURAIS ATRAVÉS DE PATROCÍNIO E MECENATO

Objectivo:

Conhecer as metodologias e os processos necessários à angariação de financiamento através de Patrocínio e Mecenato Cultural.

Destinatários:

Organizações culturais públicas ou privadas: associações, cooperativas, fundações, estudantes, artistas e todas as pessoas interessadas em obter informação sobre Financiamento de Projectos Culturais através de Patrocínio e Mecenato.

Metodologia:

As sessões serão maioritariamente divididas em períodos expositivos e de debate, com recurso a “casos de estudo” e exercícios, Encoranjando-se os formandos a desenvolverem uma proposta/dossier de patrocínio ou mecenato ao longo do curso bem como à sua discussão/apresentação.

Materiais Pedagógicos e certificado:

Será entregue um Manual completo do curso, bem como declaração de participação no curso. É igualmente disponibilizado o acesso online a documentação em formato digital sobre Marketing da Cultura e Patrocínio/Mecenato.

Rui Matoso

15 horas (5 sessões de 3 horas),

Segundas e Sextas-feiras, das 18h30 às 21h30. Início: 29 Novembro 2010 | Fim: 17 Dezembro 2010

Inscrições (até à 1ª sessão de cada curso): Curso I, 40 euros; Curso II, 40 euros; Curso III, 65 euros (direito a Certificado de Participação)

MIL: MOVIMENTO INTERNACIONAL LUSÓFONO (www.movimentolusofono.org) ; CONTACTO: info@movimentolusofono.org (967044286)
SEDE: Sociedade da Língua Portuguesa, Rua Mouzinho da Silveira, 23, 1250-166 Lisboa ; NIB: 0036 0324 99100004336 09; NIF: 509 580 432

Fotografias de mais alguns acertos finais na sede do MIL (13 de novembro)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Obras da “Biblioteca Lusófona” na Sede do MIL

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Via da Síntese, uma proposta para o século XXI; Joaquim Paulo Silva; Papiro Editora
Actas do III Congresso Internacional da Língua Galego-Portuguesa na Galiza em homenagem ao professor Carvalho Calero; Organizado pela Associação Galega da Língua
Actas do VII Colóquio de Antero de Quental, vol. II Diferenças notáveis entre o tradicionalismo português e o brasileiro; Vários Autores; Universidade Federal de São João Del-Rei-UFSJ
Apolónio de Tiana, O Taumaturgo Contemporâneo de Jesus; Eduardo Amarante, Dulce Leal Abalada & George Robert Stowe Mead; Zéfiro
Boletim da Academia Galega da Língua Portuguesa, 2008; vários autores
Boletim da Academia Galega da Língua Portuguesa, 2010; vários autores
Cerimônia de Posse, Presidente José Carlos Gentili (DVD)
Declaração Universal dos Direitos Linguísticos, Novas Perspectivas em Política Linguística; Gilvan Muller de Oliveira (organização)
Do latim às línguas nacionais, Introdução à História Social das Línguas Europeias; Lluís V. Aracil; Associação de Amizade Galiza-Portugal
Emigração, em Defesa dos Portugueses no Estrangeiro; Eduardo Neves Moreira
Esboços Pessoanos; José Jorge Soares e Joaquim Evónio
Estudos Filológicos Galegoportugueses; Isaac Alonso Estravís; Alhena
Estudos Filosóficos; Departamento das Filosogias e Métodos
Ética; José Maurício de Carvalho
Filosofia, cursos e investigação, Grandes Questões; Departamento de Filosofia, Instituto de Filosofia, Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Galiza: Língua e Sociedade (XIV Ensaios); Vários Autores; Associação de Amizade Galiza-Portugal
Integração Europeia, Relações Ibéricas e Política de Regionalização; António Covas; Edições Colibri
Léxico da Galiza, para ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa
Nos trinta anos da morte de Ruy Belo (Actas do Seminário “Ruy Belo”); Vários Autores
Os Novos Descobrimentos, do Império à CPLP: Ensaios sobre História, Política, Economia e Cultura Lusófonas; Luís Ferreira Lopes e Octávio dos Santos; Almedina
Os poemas da minha vida; Maria Alzira Seixo
Por um Galega Extenso e Útil, Leituras da Língua de Além e de Aquém, colectânea de trabalhos da Comissão Linguística da AGAL
Portugal, A Missão que Falta Cumprir; Eduardo Amarante & Rainer Daehnhardt; Zéfiro
Przeslanie, Fernando Pessoa
Temas de Linguística Política; António Gil Hernández; Associação de Amizade Galiza-Portugal
Versões, Mundos (d) Escritos em Português (contos); Vários Autores

Cursos MIL

Até dia 12 de Novembro, recebemos propostas de cursos para serem leccionados na nossa sede: Sociedade da Língua Portuguesa (Rua Mouzinho da Silveira, 23, 1250-166 Lisboa)

Os cursos podem ter uma temática variada mas, por razões óbvias, privilegiaremos os que se focarem em temáticas lusófonas.

Os cursos serão dados, preferencialmente, ao final da tarde, entre as 18h30 e as 20h00, uma vez por semana (dia fixo). O candidato deve enviar na sua candidatura:
– sinopse do curso;
– dia a que o curso será leccionado;
– valor da inscrição (sendo que 10% desta reverte para o MIL).